Maratona de autores: #4 O que eu penso sobre... O amor do Pequeno Príncipe - Cartas a uma desconhecida



Oi oi pessoal! \o/

Hoje eu estou aqui para mostrar para vocês o livro "O amor do Pequeno Príncipe - Cartas a uma desconhecida". Este livro foi publicado em 2008 e é um compilado de cartas escritas pelo Antoine para uma moça que ele conheceu em uma viagem de trem e com quem ele se relacionou durante todo seu último ano de vida. A identidade da moça permanece desconhecida pois nas cartas em momento algum ele revela a identidade da destinatária, chamando-a algumas vezes de menininha, provavelmente pelo fato de ela ser muito mais nova que ele.

As cartas originais que compõem o livro foram encontradas em uma feira popular na França e adquiridas pelo Museu de Cartas e Manuscritos, em Paris.

Durante todo o livro foram disponibilizadas as imagens das cartas originais, e ao lado a tradução em português.

A maioria delas contém ilustrações do Pequeno Príncipe, que ao mesmo tempo em que fala pelo autor também ganha voz própria.


As cartas escritas pelo Pequeno Príncipe contém as falas em balões e não possuem assinatura alguma, enquanto as de Antoine possuem escrita normal e terminam sempre com a sua inicial "A."

























Em todo o livro há apenas duas cartas sem ilustração alguma, sendo estas muito maiores que as outras. Abaixo está uma delas:

 Continuação...




















O que se vê muito ao decorrer das cartas é que Antoine estava sendo constantemente ignorado por sua amante. Isso o deixou tão frustrado ao ponto de decretar que o Pequeno Príncipe havia morrido, como ele mesmo afirma na segunda parte da carta no segundo parágrafo em que diz:
"Não há Pequeno Príncipe hoje, nem haverá nunca mais. O Pequeno Príncipe morreu. Ou então tornou-se cético. Um Pequeno Príncipe cético não é mais um Pequeno Príncipe. Fiquei magoado com você por tê-lo destruído."

Por fim, a última carta do livro:

Não sei dizer ao certo se essa é realmente a última carta enviada por Antoine, mais difícil ainda de se saber por não se ter as cartas que ela escreveu. O que realmente fiquei me perguntando foi como será que ela se sentiu ao saber da morte dele (se é que teve conhecimento de fato), e antes de tudo, será que os sentimentos dela eram recíprocos aos dele? Gostaria muito de saber mais sobre esse relacionamento um tanto quanto complicado, mas talvez isso seja impossível.

Outro dos meus pensamentos que acredito merecer ser compartilhado com vocês, é porque essas cartas foram parar em uma feira. Será que quem as vendeu não sabia de sua importância? Uma coisa é certa, correspondências antigas sempre nos deixam com mais perguntas do que respostas...

Mas em última análise eu gostei muito do livro. Talvez se você nunca tenha lido nada do autor ou não goste dele certamente não se interessará por essa obra; mas se você – assim como eu – é fã do autor, com certeza gostará de tê-lo em sua estante e verá nele uma possibilidade de aproximação da realidade de Antoine naquela época.

E por fim, concluo o post de hoje com um pensamento do qual concordo plenamente:




Por hoje é isso pessoal,espero que tenham gostado, até o próximo post!!
Kissus kissus! o/



P.S.: Todas as fotos utilizadas nesse post e mais algumas outras se encontram em tamanho original na nossa página no facebook.

2 comentários

  1. Oie Juliane!
    Fiquei interessada em ler esse Livro, apesar de ainda não ter lido o Pequeno Príncipe...
    Fiquei muito curiosa em relação a como eles conseguiram as cartas.quem teria vendido para a feira!?
    Antoine parace ter tido uma relação bastante pertubada e marcada pela tristeza, será como ela era!? Perguntas que eu sei que no Livro não teremos respostas! Mas só de ler os trechos que Você colocou já me senti mais próxima da realidade dele!
    Tentarei encontrar para ler!

    ÓItima resenha! <3
    Beijos e até! :D

    Sou do Blog:
    http://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Esse livro é bem interessante mesmo, e apesar de ter referências ao Pequeno Príncipe, não é necessário ter lido a obra para compreender as cartas.
    Sabe que eu também fiquei curiosa com isso? Tudo bem que faz muitos anos, mas inicialmente essas cartas estavam em posse dela, será que ela mesma se desfez das cartas e ai foi passando de mão em mão? Realmente, dá pra criar várias teorias com isso...
    Olha, vários dos seus questionamentos eu também me fiz, tanto que estou pensando em ler um livro que encontrei com a biografia dele, mas sinceramente considerando a época em que ele vivia, eu não duvido que ele fosse assim.


    Obrigado pelo elogio e pelo comentário!
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Todas as ilustrações utilizadas nesse blog são de autoria da ilustradora Duda Almeida. Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...